Dinheiro e sucesso como drogas da atualidade

Após quatro anos longe dos palcos, o ator, diretor e roteirista Bruno Mazzeo traz a Belo Horizonte seu primeiro monólogo

iG Minas Gerais | gustavo rocha |


Mazzeo vive  um desabrigado, um rock star, um empresário,  ente outros tipos
Paula Kossatz
Mazzeo vive um desabrigado, um rock star, um empresário, ente outros tipos

Camaleão seria a palavra se fosse possível usar apenas uma para definir o humorista, ator, roteirista e diretor Bruno Mazzeo. Após quatro anos longe dos palcos, o artista traz a Belo Horizonte seu primeiro monólogo, “Sexo, Droga e Rock’n’roll”, que se apresenta no Cine Theatro Brasil, neste fim de semana. “Enferrujado? Não exatamente. Estava aberto, disposto ao mergulho que foi todo o processo. O teatro foi onde comecei a atuar, é para onde preciso voltar sempre para não esquecer da minha essência”, comenta Mazzeo.

Artista de múltiplas frentes, ele diz não ter preferências. “Não consigo me colocar em nenhuma prateleira, nem quero. Poderia estar fazendo uma peça de esquetes com o Lucinho Mauro, mas, nesse momento, o que eu queria falar, a maneira de falar, está nessa peça. Numa época eu escrevia ao mesmo tempo ‘Cilada’ e ‘A Diarista’, programa distintos, para públicos idem. Vivo cada trabalho independentemente. E não abro mão da minha liberdade artística, mesmo quando fiz programas na Globo”, aponta ele.

Na peça – escrita por Eric Bogosian ainda nos anos 90 e dirigida por Victor Garcia Peralta – o ator interpreta, sem caracterização, seis personagens, incluindo um desabrigado, um rock star narcisista, um poderoso empresário musical e um artista em crise com a arte. “Trabalho muito mais com transpiração do que com inspiração. A nossa brincadeira era descobrir quem era aquele cara. Ele existe por aqui? Ele seria tipo quem? Aí lembra de um amigo, de outro, a gente coloca nosso senso de observação em função de descobrir quem são esses caras. Porque eles estão juntos numa mesma peça, como eles dialogam mesmo sendo cenas diferente e, mais importante, o que o autor queria dizer com ele? O que nós queremos passar adiante?”, esclarece Mazzeo. Serviço. “Sexo, Drogas & Rock’n’roll”. Hoje, às 21h, amanhã, às 20h, e domingo, às 19h, no Cine Theatro Brasil (rua dos Carijós, 485, centro). Ingressos: Plateia 1 – R$ 80, Plateia 2 – R$ 70 (inteira)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave