Mesmo buscando a reeleição, Maria Tereza Lara dá vexame e perde eleito

Em Betim, a petista conquistou apenas 8.620 votos, metade do que havia obtido há quatro anos (16.890)

iG Minas Gerais | Da Redação |

Em Betim, petista obteve metade da votação de 2010
JOÃO LÊUS/ARQUIVO
Em Betim, petista obteve metade da votação de 2010

Candidata à reeleição para o seu quinto mandato como deputada estadual, Maria Tereza Lara (PT), assim como a irmã, MDC (PT), foi um dos vexames políticos do pleito deste ano. A veterana obteve em Minas Gerais 22.746 votos, 14.696 a menos que nas eleições de 2010. Já em Betim, a petista conquistou apenas 8.620 votos, metade do que havia obtido há quatro anos (16.890).

O motivo dessa despencada estaria relacionado, principalmente, aos novos nomes do PT que surgiram em Betim, Antônio Carlos e Daniel Costa. Juntos, os candidatos a deputado estadual petistas teriam abocanhado uma significativa parcela do eleitorado de Maria Tereza Lara.

Para Antônio Carlos, esse cenário é natural e demonstra o desejo da população por renovação. “Toda liderança política, depois de um certo tempo, sofre um certo desgaste. Isso é natural. Vemos um desejo de mudança da nossa militância em Betim, isso é fato, mas isso não significa que o partido está rachado, desunido. Temos, agora, é que nos manter unidos em Betim e no Estado, fortalecendo as novas lideranças e respeitando e reconhecendo as pessoas que passaram pelo partido”, afirmou o petista.

Daniel Costa concorda com o colega de partido. Na avaliação do petista, o resultado das eleições demonstrou claramente que a população quer mudanças. “As lideranças que ainda estão ou que estavam consolidadas sofreram rejeição. Esse sentimento de mudança e rejeição, que já havia brotado e cristalizado na gestão de Maria do Carmo, se manteve no governo de Carlaile. Isso foi demonstrado nas urnas. Já os nomes que surgiram, apesar de não ganharem, não tiveram uma rejeição, mas uma identificação da população como nova opção de liderança para Betim. Agora, diante desse cenário de renovação, o ideal é buscarmos maior amadurecimento e fortalecimento político”, afirmou Daniel.

A reportagem tentou falar com Maria Tereza Lara por telefone, mas ela não atendeu às ligações.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave