Obras na BR–381 exigem mais cuidado de motoristas

Do KM 491 ao 495, onde reformas estão sendo feitas, é preciso redobrar a atenção; na última semana, acidentes foram registrados na rodovia devido à pressa dos condutores

iG Minas Gerais | Dayse Resende |

Motoristas de veículos de passeio têm que reduzir a velocidade e esperar que carreta faça a curva em pista estreita de desvio
João Lêus
Motoristas de veículos de passeio têm que reduzir a velocidade e esperar que carreta faça a curva em pista estreita de desvio

 

Motoristas que trafegam pela BR–381 devem redobrar a atenção entre os KMs 491 e 495. É que, devido às obras de construção de um acesso que interligará o bairro Jardim Petrópolis ao centro da cidade e às do acesso viário ao Metropolitan Shopping Betim, o trânsito está complicado nos dois sentidos da rodovia. A situação é ainda mais delicada durante os horários de pico, no início da manhã e no fim da tarde.   Na última semana, um caminhão carregado de carvão chegou a tombar na entrada do município pela avenida Bandeirantes, próximo à antiga barreira da Polícia Rodoviária Federal (PRF), depois que o motorista perdeu o controle da direção ao passar por um dos desvios que têm por objetivo retirar o trânsito do trajeto original. O veículo atingiu um poste e derrubou fiações. Por sorte, o condutor não teve ferimentos graves.   Apesar de haver sinalização no local, testemunhas reclamam de desníveis na pista. “Se o motorista não reduzir a velocidade, ele corre o risco de perder o controle do carro, pois, além de muito estreita, a via tem desníveis nos dois sentidos”, disse o auxiliar de compras Rafael Magalhães.   O vendedor Wagner Maciel alertou sobre a importância do respeito à sinalização. “Às vezes, o pessoal reclama de que está com pressa, que tem compromisso, mas fazer o quê? É necessário para que a reforma seja feita. Por isso, neste momento, é bom que todos tenham consciência e respeitem a sinalização, já que ela existe para proporcionar segurança aos usuários da via”, ressaltou.   Já nas intervenções próximo ao Metropolitan Shopping, além do estreitamento de pista, há o perigo constante enfrentado por aqueles que acessam a Alça Viária devido à sinalização deficitária. “Muitos motoristas estão em uma pista e, quando percebem que precisam pegar a outra, têm que virar de uma vez, o que gera risco de acidentes”, afirmou o autônomo Washington Lima.   Projetos Pelo projeto do Metropolitan Shopping, que foi aprovado pela Autopista Fernão Dias, concessionária que administra a rodovia, e pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), na altura do KM 492, será construída uma trincheira que terá 5,5 metros de altura, 20 metros de largura e comprimento de 50 metros, além de passagens para pedestres. O projeto também utiliza as marginais da BR–381 já existentes e acrescenta alças de contorno e acesso à trincheira em pistas duplas com largura de oito metros cada e pistas simples com 6,5 metros.  Na obra do acesso que interligará o bairro Jardim Petrópolis ao centro do município, próximo ao KM 494, serão construídas rotatórias e dois viadutos, além de vias marginais de acesso.

 

Pedestres se sentem lesados

 

Pedestres que usam a BR–381 diariamente para se deslocar de casa para o trabalho reclamam de que estão sendo prejudicados com a obra próximo ao KM 494. A jornalista Metícia Faria diz que, devido às intervenções, dois pontos de ônibus estão sem a infraestrutura adequada. “Os passageiros são obrigados a esperar os ônibus na calçada, à beira da BR, no meio de muita poeira. Além disso, as guaritas foram retiradas”.   Respostas Por e-mail, a assessoria de imprensa da Autopista Fernão Dias declarou que o motorista deve redobrar a atenção e reduza a velocidade nos trechos em obras, atentando-se para a sinalização. Sobre a pouca iluminação, a assessoria justificou que a estrutura é provisória e que as lombadas citadas pelos condutores são sonorizadores de redução de velocidade e um alerta para o desvio existente. A previsão é que a obra seja concluída em maio de 2015.   Já o Metropolitan Shopping explicou que, durante a primeira fase do novo acesso viário, a tomada de pista para a entrada da marginal que dá acesso ao estacionamento do centro de compras acontecerá por meio de um desvio feito em frente ao terminal rodoviário. Já a entrada dos pedestres não sofrerá alterações. “A obra é feita por etapas, e, em breve, a marginal já será liberada para o tráfego normal”, disseram. A previsão é que a obra seja concluída no início de 2015.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave