Macedônia isola hotel após morte de britânico com suspeita de ebola

Também nesta quinta (9), um hospital em Praga está examinando um tcheco de 56 anos com sintomas de infecção pelo ebola, afirmou um porta-voz

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Um britânico com sintomas do vírus ebola morreu na Macedônia nesta quinta-feira (9), e autoridades disseram que isolaram o hotel onde ele ficou hospedado, mantendo outro britânico e funcionários do hotel no interior.

Um funcionário do Ministério da Saúde disse que o homem chegou à capital, Skopje, oriundo da Grã-Bretanha em 2 de outubro e que foi levado nesta quinta ao hospital, onde morreu horas após ser internado.

Jovanka Kostovska, do Departamento de Doenças Contagiosas do ministério, disse que o homem estava com febre, vomitando e com hemorragia interna, e acrescentou que seu estado de saúde se deteriorou rapidamente.

"Há todos os sintomas de ebola, o que desperta a suspeita com esse paciente", disse Kostovska em coletiva, acrescentando que amostras foram enviadas à Alemanha para serem examinadas para confirmar a causa da morte.

República Tcheca

Também nesta quinta (9), um hospital em Praga está examinando um tcheco de 56 anos com sintomas de infecção pelo ebola, afirmou um porta-voz.

O porta-voz disse que o homem, que viajou recentemente à Libéria, estava em isolamento no Hospital Bulovka, na capital da República Tcheca. Segundo ele, exames estão sendo realizados para ser enviados a um laboratório em Berlim, na Alemanha. Os resultados devem ficar prontos na sexta-feira (10).

O vírus, que é transmitido por meio de contato direto com fluidos corporais de uma pessoa infectada, já deixou quase 4 mil mortos na África Ocidental desde março, no maior surto da história. A saúde da enfermeira espanhola, supostamente a primeira pessoa a contrair o ebola fora da África, piorou nesta quinta em Madri, onde um total de sete pessoas está em isolamento.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave