Adolescente chama a polícia após comparsas de assalto o ameaçarem

Dois dos autores do crime não gostaram da divisão dos produtos roubados feita pelo menor, de 16 anos; os três acabaram detidos

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Simulacro de arma, facas e produtos roubados das vítimas foram apreendidos na casa dos suspeitos
POLÍCIA MILITAR / DIVULGAÇÃO
Simulacro de arma, facas e produtos roubados das vítimas foram apreendidos na casa dos suspeitos

Dois adolescentes e um rapaz de 22 anos que cometeram um assalto nesta quarta-feira (8), em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, foram detidos na tarde desta quinta-feira (9) após um deles acionar a Polícia Militar (PM) e confessar que estava sendo ameaçado de morte pelos comparsas por conta da divisão dos produtos do crime. O trio foi detido no bairro Alvorada.

Conforme o sargento Ronnie Richardson Neves, da 133ª Companhia do 18º Batalhão da PM, a corporação foi acionada por um adolescente de 16 anos. "Ele entrou em contato dizendo que estava sendo ameaçado de morte por um jovem de 17 anos e outro de 22. Quando foi questionado sobre o motivo, ele confessou que cometeram um assalto no dia anterior e eles não concordaram com a divisão", explicou.

A viatura da corporação foi até a casa do menor, na rua Antônio Alves da Costa, onde ele aguardava a chegada dos militares. Lá ele explicou que na noite de quarta ele e os amigos foram até o bairro vizinho, Santa Helena, e roubaram duas mulheres, pegando as suas bolsas e aparelhos de celular. Após isso, o adolescente indicou a casa dos suspeitos.

Os dois estavam na casa de um deles, também no bairro Alvorada, e confessaram a participação no crime. "Eles alegaram que o denunciante pegou parte do dinheiro roubado que deveria ser de um deles. Foram apreendidos um simulacro de arma de fogo, três facas, e o carro, um Fiat Palio que pertence ao maior, que foram usados no assalto", disse o sargento Ronnie.

Os dois celulares e documentos das vítimas do assalto foram recuperados. Além disso, as mulheres foram acionadas e reconheceram o trio como autores do crime. "Os três são amigos, usuários de droga, e combinaram o crime para sustentar os vícios", finalizou o militar. Os adolescentes e o maior foram encaminhados à Delegacia de Plantão de Contagem, no Centro da cidade.