Red Bull vai pagar US$ 13 milhões por propaganda enganosa nos EUA

Autor de representação afirma que energético não tem efeito mencionado no rótulo; milhões de consumidores norte-americanos podem ser reembolsados

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Energético promete mais energia a quem consome a bebida.
REPRODUÇÃO / REDBULL
Energético promete mais energia a quem consome a bebida.

A Red Bull aceitou pagar U$ 13 milhões aos consumidores norte-americanos para colocar fim a uma ação coletiva por propaganda enganosa. O acordo deve beneficiar milhões de clientes que compraram a bebida energética na última década. Assim, os clientes terão direito a ser reembolsados em US$ 10 ou a receber duas latinhas em casa.

Insatisfeitos, clientes foram à justiça pelas promessas de aumento de desempenho, velocidade, concentração e reação dos consumidores após o uso do energético. Na publicidade, a marca utiliza o mote de que "Red Bull dá asas".

De acordo com o autor da representação, Benjamin Careathers, a alegação é de que a fabricante engana os consumidores sobre a superioridade de seus produtos. Para ele, a bebida não tem mais eficiência que um copo de café.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave