Cristina e Cora armam um barraco no restaurante

José Alfredo e Maria Marta fazem as duas passarem vergonha em público

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |


Drica Moraes, a vilã Cora, diz que sempre a chamam para fazer humor
Paulo Belote
Drica Moraes, a vilã Cora, diz que sempre a chamam para fazer humor

Cristina (Leandra Leal) vai armar um barraco daqueles com José Alfredo e a mulher do comendador. A estudante, porém, acaba passando vergonha, pois o milionário não deixa barato e ainda tem o apoio de Maria Marta. Tudo começa quando o magnata leva Maria Ísis (Marina Ruy Barbosa) ao restaurante de Enrico (Joaquim Lopes). Marta tem a mesma ideia e aparece por lá com Maurílio. Para piorar, Vicente (Rafael Cardoso) convida a namorada para jantar no local. O clima fica tenso quando os casais se encontram. Cristina chega acompanhada de Cora (Drica Moraes) e dá de cara com o milionário. Os três trocam farpas, e José Alfredo faz questão de humilhar a dupla. Logo depois, Vicente aparece, e o empresário o chama para elogiar seu trabalho. A estudante vê a cena, se irrita com a intimidade entre eles e discute feio com o namorado. De volta ao salão, ela não perde a chance de colocar a culpa em José Alfredo, que debocha da moça. Marta se intromete, pedindo para Cristina parar com aquele escândalo, ao que Cora retruca. A grã-fina rebate, insultando também a megera. Cristina responde que vai embora, pois sente nojo daquele universo, e Marta ainda chama a jovem de “lavadeira de cortiço”. Enquanto isso, um dos clientes faz fotos e vídeos pelo celular, deixando a estudante ainda mais constrangida. As imagens acabam caindo nas mãos de Téo Pereira (Paulo Betti).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave