Dorival Júnior mostra alívio com vitória no Maracanã

Treinador enaltece o empenho dos jogadores, mas sabe das deficiências da equipe alviverde

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Sem o volante Juninho, peça-chave do esquema, Dorival Júnior quebra a cabeça para montar o time
Divulgação/Palmeiras
Sem o volante Juninho, peça-chave do esquema, Dorival Júnior quebra a cabeça para montar o time

O sentimento que define o time do Palmeiras após a vitória sobre o Botafogo, no estádio do Maracanã, nesta quarta-feira, é de alívio. O treinador Dorival Júnior considerou que a sua equipe foi bem, principalmente no primeiro tempo, mas tem a consciência de que ainda vai precisar lutar bastante para chegar à uma posição confortável no Campeonato Brasileiro.

Após fazer o gol, o time tomou sufoco dos botafoguense, mas para o técnico o que importou foi o resultado. "Fizemos um primeiro tempo muito bom, criamos oportunidades. Voltamos para o segundo tempo e fizemos um gol no inicio. Então aquele instinto e segurar o resultado, trouxe o Botafogo para o nosso campo. Já fizemos melhores partidas, mas o resultado não aconteceu. Hoje (quarta), felizmente o resultado deu mais confiança e equilíbrio aos jogadores", afirmou Dorival Júnior, que mantém o alerta sobre a situação do time na competição.

"Vamos buscar resultados que nos deem melhor sustentação na tabela. A condição foi melhorada, mas ainda não está estabilizada. Temos que ser muitos realistas e atentos porque em uma ou duas rodadas a gente pode estar em outra condição", explicou o treinador.

Com o resultado desta quarta, somado à vitória sobre a Chapecoense por 4 a 2 na última rodada, o time conseguiu respirar na competição. Há mais de quatro meses o Palmeiras não conseguia emplacar duas vitórias consecutivas. A última vez foi no dia 18 de maio, quando superou o Vitória por 1 a 0 - antes havia derrotado o Goiás por 2 a 0.

Quem também estava fora há tempos, cinco meses precisamente, foi o goleiro Fernando Prass, que retornou com uma atuação de gala. "A volta do Prass deu mais segurança. Naturalmente ele já tem uma liderança que independe de braçadeira. Estou muito contente com o que vi no grupo do Palmeiras porque os jogadores estão assumido uma condição e a volta do Fernando vem consolidar isso aí".

Neste sábado, o Palmeiras vai contar com o apoio de sua torcida no estádio do Pacaembu, em São Paulo, para buscar mais uma vitória - desta vez diante do Grêmio.  

Leia tudo sobre: palmeirasdorival juniorbotafogocampeonato brasileiroz4