Governo de Hong Kong rompe negociações com estudantes

Os manifestantes têm ocupado as ruas de Hong Kong desde o dia 28 de setembro; eles exigem uma eleição totalmente democrática para o próximo chefe do Executivo do território

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O governo de Hong Kong rompeu nesta quinta-feira (9) as negociações com estudantes destinadas a acabar com as manifestações pró-democracia que têm paralisado áreas da cidade. “A base para um diálogo construtivo foi minada. É impossível ter uma reunião construtiva amanhã [sexta-feira]”, disse a secretária-chefe do Executivo da Região Administrativa Especial chinesa, Carrie Lam, em declaração a jornalistas.

A porta-voz da Federação de Estudantes, Yvonne Leung, informou que os estudantes iriam reagir ao rompimento das negociações por parte do governo. "Vamos responder por volta das 21h (10h, no horário de Brasília)", escreveu Yvonne Leung.

Os manifestantes têm ocupado as ruas de Hong Kong desde o dia 28 de setembro. Eles exigem uma eleição totalmente democrática para o próximo chefe do Executivo do território.

Leia tudo sobre: ProtestosManifestaçõesEstudantesPró-democraciaChinaHong KongGovernoAcordo