Marido ateia fogo em mulher grávida após ela vender pacote de arroz

Suspeito, que teria contado com a ajuda do irmão, nega o crime e diz que companheira é usuária de drogas

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Uma mulher de 37 anos, que está grávida de dois meses, teve 50% do corpo queimado pelo marido, na madrugada desta quinta-feira (9), no bairro Providência, na região Norte de Belo Horizonte. O suspeito, que teria cometido o crime com a ajuda do irmão, teria se irritado depois que a companheira vendeu um pacote de arroz para uma vizinha.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, o homem de 29 anos foi preso no momento em que fugia com o irmão de 33. A vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e contou aos militares que, assim que soube da venda do alimento, o marido jogou álcool em seu corpo e ateou fogo. Ele foi encaminhada ao Hospital de Pronto-Socorro João XXIII em estado grave.

Para os militares, o suspeito contou outra versão. Segundo o homem, a companheira que colocou fogo no próprio corpo. A mulher seria usuária de drogas e teria vendido o arroz para comprar mais entorpecentes. A vítima, ainda conforme ele, chegou em casa, localizada na rua Madre dos Anjos, sob o efeito de drogas e começou a quebrar o imóvel. Depois disso, teria ateado o fogo.

O jovem disse à corporação que, ao perceber que a companheira estava alterada, resolveu sair de casa com o irmão. No momento em que foi localizada, a dupla estava com mochilas e roupas. Os suspeitos foram encaminhados à Delegacia de Mulheres, onde prestam esclarecimentos. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave