Pastores Everaldo e Malafaia declaram apoio a Aécio Neves

O pastor surgiu na cena eleitoral deste ano depois que fez uma série de críticas à proposta da então candidata Marina Silva (PSB), também evangélica, direcionada à comunidade LGBT

iG Minas Gerais |

Pastor Everaldo (PSC) teve cerca de 780 mil votos no primeiro turno
Orlando Brito / Coligacao Muda B
Pastor Everaldo (PSC) teve cerca de 780 mil votos no primeiro turno

Brasília. O candidato tucano à Presidência, Aécio Neves, recebeu nesta quarta o apoio formal do candidato derrotado Pastor Everaldo e de seu partido, o PSC, além da adesão a sua campanha do polêmico pastor Silas Malafaia. Os apoios são importantes, pois os dois representam um eleitorado numeroso: o evangélico. Contudo, as figuras podem associar seu perfil polêmico à imagem do tucano.

Everaldo afirmou que Aécio é “a melhor opção” para o Brasil. Ele disse que o tucano representa o caminho para modernizar e retomar a credibilidade do país no exterior e para “cuidar dos pobres e mais necessitados”.

Malafaia, pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo e apresentador do programa “Vitória em Cristo”, disse que é “Aécio desde criancinha” em nome da “alternância de poder”. O pastor, que faz contundentes críticas ao PT dentro e fora das redes sociais, com seis “tuitaços” contra Dilma no currículo, afirmou que o PSDB foi quem deu “estabilidade para esse país”, mas ressaltou que não precisa declarar oficialmente seu voto, porque é “apenas um cidadão”.

O pastor surgiu na cena eleitoral deste ano depois que fez uma série de críticas à proposta da então candidata Marina Silva (PSB), também evangélica, direcionada à comunidade LGBT. Logo após a manifestação de reprovação nas redes sociais, Marina retrocedeu nas propostas e apresentou uma nova versão de seu programa de governo, mais genérica. Malafaia nega ter influenciado qualquer decisão de Marina ao longo da campanha.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave