Ex-diretor chega a Curitiba para depoimento na Justiça

Paulo Roberto Costa desembarcou em Curitiba às 12h15 desta quarta-feira (8) para prestar seu primeiro depoimento à Justiça Federal depois do acordo de delação premiada

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa desembarcou em Curitiba às 12h15 desta quarta-feira (8) para prestar seu primeiro depoimento à Justiça Federal depois do acordo de delação premiada. Costa chegou ao aeroporto Santos Dumont, no Rio, pouco antes das 9h e embarcou em voo da companhia aérea Azul, escoltado por agentes da Polícia Federal, às 10h20.

Ele entrou na aeronave dez minutos antes do embarque dos demais passageiros do mesmo voo. O ex-diretor foi acomodado no assento 27D, última janela ao lado direito da aeronave, um Embraer E-190, de 100 lugares. Ele usava terno e gravata e estava de barba. Passou toda a viagem de óculos escuros e na maior parte do tempo olhava através da janela.

Durante os 70 minutos de voo, não chegou a ser abordado por qualquer passageiro. Um agente federal viajou no banco à frente do de Costa e outro, em um assento na mesma fileira, do lado esquerdo. A reportagem tentou entrevistar Costa mas foi impedida pelos agentes federais. Costa foi o último a desembarcar, às 12h28, e foi levado por escolta da Polícia Federal diretamente para o tribunal.

A delação

Costa decidiu no fim de agosto revelar detalhes sobre subornos na Petrobras em troca de uma pena menor. Ele citou, segundo a revista "Veja", os nomes de 12 parlamentares que recebiam propina do esquema, entre os quais o do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-SP), e do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). Todos negam com veemência que tivessem recebido recursos do doleiro.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave