Pasta diz que flagrado em jato foi exonerado há 3 meses

Marcier Trombiere Moreira deixou o cargo no Ministério das Cidades antes trabalhar na campanha de Fernando Pimentel para o governo de Minas Gerais

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O Ministério das Cidades informou nesta quarta-feira, 8, por meio de nota à imprensa, que Marcier Trombiere Moreira, flagrado ontem à noite pela Polícia Federal portando dinheiro vivo, não pertence ao quadro de funcionários do ministério.

Segundo a nota, há três meses o funcionário foi exonerado, a pedido, das funções que exercia na pasta. "Qualquer atitude desta pessoa tem cunho e caráter pessoal, sem nenhum vínculo com o Ministério das Cidades", diz o texto.

De acordo com fontes, Trombiere portava R$ 4 mil em dinheiro vivo na noite desta terça-feira quando vinha em jato particular de Belo Horizonte para Brasília.

O jato foi abordado pela Polícia Federal ainda na pista de pouso quando também foram apreendidos mais R$ 112 mil com outras duas pessoas. Trombiere trabalhou na campanha de Fernando Pimentel (PT) ao governo de Minas Gerais.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave