Botafogo trava duelo direto para fugir do rebaixamento

Dos 36 pontos a serem disputados, o time carioca quer somar pelo menos 18 para escapar do Z4

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Vágner Mancini, em seus primeiros atos como treinador, tenta encontrar melhor esquema para o Fogão
Vitor Silva / SSPress
Vágner Mancini, em seus primeiros atos como treinador, tenta encontrar melhor esquema para o Fogão

Botafogo e Palmeiras travam às 19h30 desta quarta-feira, no estádio do Maracanã, no Rio, um confronto importantíssimo na luta contra o rebaixamento, pela 27.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Penúltimo na tabela de classificação, o time carioca está a dois pontos dos paulistas (28 a 26) e sabe que a vitória diante de um rival direto pela degola é fundamental.

Tanto é assim que, na véspera do jogo, o técnico Vagner Mancini afirmou que se trata de "um jogo de 18 pontos". O cálculo é baseado na pontuação que a equipe alvinegra considera necessária para afastar de vez o perigo de rebaixamento. "Cada vitória representa um passo até os 18 pontos. Isso já foi passado a eles (jogadores)", disse o treinador.

Mancini preferiu não confirmar o time, mas deverá manter praticamente toda a escalação que perdeu para o Vitória, no último sábado, em Salvador. A única alteração confirmada é no gol, que terá Helton Leite como titular - Jefferson está na seleção principal e Andrey, na equipe nacional sub-21. O time também poderá ter a entrada do jovem Fabiano no meio de campo.

"Não é hora de mudar. Há a necessidade de passar confiança em dose maior para apresentarmos novamente um bom futebol e as coisas darem certo. A dúvida vai existir com Fabiano ou Wallyson. Amanhã (quarta) vamos decidir a equipe, mas o grosso, 90%, vai ser a que enfrentou o Vitória", assegurou o treinador.

Helton Leite não atua pelo Botafogo há sete meses, desde o Campeonato Carioca. Ainda assim, o goleiro se mostra confiante em uma boa atuação. "A desconfiança é normal. O Jefferson fez o primeiro, segundo e terceiro jogo até se firmar em sua carreira também", minimizou. O jogador apontou o atacante Henrique como principal arma do Palmeiras. "Acompanho todos os jogos da rodada e vejo que o Henrique é um cara perigoso, está sempre bem posicionado. É um jogo para ficar ligado e se postar muito bem defensivamente", avaliou.

Leia tudo sobre: botafogovagner mancinipalmeirasz4campeonato brasileiroserie a