Com Muricy, São Paulo joga com a obrigação de vencer

Time paulista terá pelo menos nove desfalques para o duelo com o Atlético-PR

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Muricy garantiu não ter medo de arranhar sua primeira passagem vitoriosa pelo São Paulo
Rubens Chiri/São Paulo
Muricy garantiu não ter medo de arranhar sua primeira passagem vitoriosa pelo São Paulo

Capaz de vencer equipes da parte de cima da tabela de classificação - como Cruzeiro, Internacional e Grêmio -, mas também de perder pontos importantes para equipes que lutam para não cair - como Chapecoense, Criciúma e Coritiba -, o São Paulo jogará contra o Atlético Paranaense, nesta quarta-feira, às 19h30, no estádio do Morumbi, em São Paulo, pela 27.ª rodada, para dar fim aos tropeços que afastaram o time do título do Campeonato Brasileiro.

A novidade será o técnico Muricy Ramalho, que voltará ao banco de reservas após se recuperar de uma arritmia cardíaca. O time, no entanto, não terá o meia Kaká e o volante Souza, que estão com a seleção brasileira, e sofre com outros sete desfalques. Mas isso não incomoda os atletas, que reforçam a necessidade de vitória.

“Nossa obrigação é vencer todos os jogos, mas sabemos que esse será difícil. É um jogo importante para a gente chegar à segunda colocação. Estamos preparados e cientes do que temos de fazer”, disse Paulo Miranda, que vai atuar como zagueiro, ao lado de Antônio Carlos, recuperado de lesão.

A principal dúvida na equipe é se Maicon começará jogando no lugar de Kaká ou se Muricy Ramalho colocará Osvaldo, a fim de ter velocidade pelos lados do campo. Mesmo diante das dificuldades, e com 10 pontos a menos do que o líder Cruzeiro (56 a 46), o São Paulo ainda mantém um discurso otimista no Brasileirão.

“É difícil acreditar que o Cruzeiro vai ter tropeços em três ou quatro jogos, mas, enquanto houver chances matemáticas de título temos de acreditar e faremos isso até a última rodada se for preciso”, afirmou o volante Hudson, que deixa a lateral direita para Auro e volta à sua posição original, na cabeça de área.

BANCO DESFALCADO - A comissão técnica optou por não relacionar nenhum zagueiro das categorias de base para a partida e, caso Paulo Miranda ou Antônio Carlos se machuque, Muricy Ramalho não terá nenhum suplente à disposição. No total são nove desfalques, a maioria atua na defesa.

Além de Kaká e Souza na seleção brasileira, Álvaro Pereira está na uruguaia. Já os zagueiros Rafael Toloi, Lucão e Rodrigo Caio (que também joga de volante) estão no departamento médico. O zagueiro Edson Silva e o lateral-direito Reinaldo estão suspensos. Sem contar Ademilson, que está na seleção olímpica.

Com todos esses desfalques, o São Paulo vai para o jogo no Morumbi com excesso de atacantes e poucos defensores. O único lateral na reserva será Luis Ricardo. Se algum zagueiro se machucar, Denilson deve ser improvisado no setor.