Empresa diz que pagou comissão lícita

O Banco Safra não quis comentar a omissão aponta pela Procuradoria

iG Minas Gerais |

São Paulo. A Sanko Sider, empresa que fez depósitos a duas empresas do doleiro Alberto Youssef – GFD Investimentos e MO Consultoria – diz que todos os pagamentos que fez foram relacionados a negócios.  

“Youssef fez vendas (de tubos), recebeu as comissões de praxe no mercado, via indicação de pagamento, como é normal e corrente. Tudo absolutamente comprovado, com emissão de notas fiscais, todas devidamente contabilizadas, tributadas e pagas”, afirma nota da empresa. O grupo Sanko, fornecedor da Petrobras, fez pagamentos à GFD, empresa de fachada do doleiro.

O Banco Safra não quis comentar a omissão aponta pela Procuradoria. A assessoria do HSBC informou ontem, por meio de nota, que colabora com as autoridades sempre que requisitado em todos os países onde atua. “O HSBC informa que todos os seus colaboradores são capacitados segundo os mais altos padrões de compliance (conformidade com normas)”, diz a nota.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave