Fiat vai instalar centro em JF

O incentivo para esse tipo de negócio é a isenção de IPTU e a doação de terrenos

iG Minas Gerais | Janine Horta |

Juiz de Fora, na Zona da Mata, terá em funcionamento, a partir de janeiro de 2015, o segundo Centro de Distribuição de Veículos, Peças e Componentes da Fiat em Minas Gerais. O primeiro fica em Extrema, no Sul do Estado. O investimento da montadora italiana deve contribuir para um aumento na arrecadação do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em valores que devem variar entre R$ 4 milhões e R$ 5 milhões a mais por ano para o município.

“Isso será muito bom para todos nós, pois poderemos utilizar esses recursos em outras áreas”, diz o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Geração de Emprego e Renda de Juiz de Fora, André Zuchi. As obras começarão ainda neste mês, em terreno cedido pela Prefeitura de Juiz de Fora que fica ao lado da fábrica da Mercedes-Benz, às margens da BR–040, no parque industrial do município.

De acordo com Zuchi, a ida do centro de distribuição da Fiat faz parte de uma estratégia da prefeitura para atrair empresas que possam formar no município um polo de logística. “Temos um programa de incentivo a condomínios empresariais para atrair esse tipo de negócio. Além da Fiat, há o centro de distribuição da Mercedes (que agora corre risco com a transferência da montagem para São Paulo) e dois outros em construção, que serão empreendimentos de uma empresa local”, diz.

O incentivo para esse tipo de negócio é a isenção de IPTU e a doação de terrenos. No caso da Fiat, a prefeitura desapropriou a área e cedeu para uso da Fiat por quatro anos, até que a empresa seja dona do terreno após esse prazo. Já a isenção do IPTU está prevista para dez anos, de acordo com Zuchi.

A prefeitura também pretende consolidar um parque tecnológico e, para esse negócio, o incentivo previsto é a diminuição do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) de 5% para 2%. “Como as empresas de base tecnológica geralmente não precisam de área grande para funcionar, consideramos que a diminuição desse imposto seria um bom estímulo para a vinda delas aqui para Juiz de Fora. Já em relação às empresas de logística, o mais importante é a disponibilidade de grandes áreas, por isso a isenção do IPTU e cessão de terrenos, estratégias previstas em lei municipal”, conclui.

Fábrica reduzirá distâncias Para a Fiat, a construção do Centro de Distribuição de Veículos em Juiz de Fora será um bom negócio. A empresa economizará tempo e dinheiro na logística de recebimento e entrega de veículos que chegam do exterior e precisam fazer o caminho até Belo Horizonte. De acordo com nota enviada pela fábrica, inicialmente, o centro de distribuição receberá veículos importados da Argentina e do México, incluindo os modelos Fiat 500, Freemont, Palio, Siena, entre outros. A unidade também fará a expedição de veículos que serão exportados para a América do Sul e México. A Fiat prevê faturamento em torno de R$ 1,2 bilhão com a venda de cerca de 20 mil veículos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave