Família de Bianchi se pronuncia sobre o estado do piloto

Jules sofreu uma lesão na cabeça e sua condição permanece crítica, mas estável

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

undefined

Pela primeira vez, os familiares do piloto Jules Bianchi, da Marussia - que sofreu um grave acidente no GP do Japão, no último domingo - deram informações mais concretas sobre o estado de saúde do francês. A família emitiu, nesta tarde de terça-feira, um comunicado oficial dizendo que Bianchi sofreu uma lesão axonal difusa na cabeça -considerado um trauma grave, pois atinge os neurônios fazendo com que esses percam as suas funções - e que seu estado é crítico, mas estável.

Segundo os familiares, o piloto permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital de Yokkaichi, no Japão. Bianchi está sendo monitorado por especialistas da área, como o médico Gérard Saillant, presidente da Comissão Médica da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), e pelo médico Alessandro Frati, neurocirurgião da Universidade La Sapienza de Roma.

A família do francês ainda aproveitou a oportunidade para agradecer as mensagens de apoio vindas de fãs, pilotos e esportivas em geral e também afirmou que novas informações sobre o estado de saúde de Bianchi só serão reveladas quando for conveniente.

A FIA informou, nesta terça-feira, que vai investigar as circunstâncias do acidente e que aguarda um relatório completo para antes do GP da Rússia, que vai acontecer no circuito de Sochi, neste domingo, dia 12.

Leia o comunicado completo:

"Este é um momento muito difícil para nossa família, mas as mensagens de apoio e carinho que chegam de todas as partes do mundo têm sido um grande conforto para nós. Gostaríamos, portanto, de expressar nossos sinceros agradecimentos.

Jules permanece na Unidade de Terapia Intensiva do General Medical Center Mie Yokkaichi. Ele sofreu uma lesão axonal difusa e está em estado crítico, mas estável. Os profissionais médicos do hospital estão buscando o melhor atendimento e somos gratos por tudo o que fizeram por Jules desde o acidente.

Agradecemos também a presença do professor Gérard Saillant, presidente da Comissão Médica da FIA, e do professor Alessandro Frati, neurocirurgião da Universidade La Sapienza de Roma, que viajou para o Japão, a pedido da Scuderia Ferrari. Eles já chegaram ao hospital e se reuniram com a equipe médica responsável pelo tratamento de Jules, para receber todas as informações sobre sua condição médica e ser capaz de dar orientações adequadas para a família. Saillant e Frati reconheceram o excelente atendimento prestado pelo Hospital Geral de Mie e desejam mostrar seus agradecimentos aos companheiros japoneses de profissão.

O hospital vai continuar a monitorar e a tratar Jules. Atualizações sobre seu estado de saúde serão divulgadas quando for conveniente”.

Leia tudo sobre: jules bianchiacidenteformula 1gp do japaosuzukafiamarussia