Recuperado, Alisson espera terminar ano sem lesões

Meia-atacante celeste enaltece a boa fase do seu futebol e agradece o apoio da torcida cruzeirense

iG Minas Gerais | BRUNO TRINDADE |

Alisson se destacou na base celeste e acabou subindo para o profissional nesta temporada
Washington Alves / VIPCOMM
Alisson se destacou na base celeste e acabou subindo para o profissional nesta temporada

O técnico Marcelo Oliveira, desde o início da temporada, afirmou que daria mais oportunidades para o meia-atacante Alisson, revelado nas categorias de base do clube. A aposta do treinador foi ratificada em campo, com as boas atuações do atleta, e na seleção brasileira, com as constantes convocações para a seleção sub-21.

O jogador está radiante com o que a temporada de 2014 tem oferecido para ele. Titularidade, reconhecimento, elogios e visibilidade no futebol nacional passaram a fazer parte da vida do meia. Porém, o jogador também carrega duas lamentações: as lesões que ele sofreu, justamente quando estava “voando” em campo.

Durante a intertemporada nos Estados Unidos, o camisa 29 vinha sendo titular, fazendo gols e realizando boas partida. No entanto, acabou se machucando no amistoso contra o Tigres, do México, no dia 3 de julho, e só voltou à equipe mais de um mês depois, no dia 09 de agosto, pela 14ª rodada do Brasileirão contra o Criciúma.

Ele voltou aos poucos e acabou reconquistando a condição de titular. Entretanto, novamente, teve sua boa sequência interrompida. Após uma sequência de três jogos e dois gols, Alisson se machucou no clássico contra o Atlético, no dia 21 de setembro, pela 23ª rodada da Série A.

Agora que se recuperou, o garoto espera terminar a temporada sem ter que passar pelo departamento médico novamente. “Todo mundo vira pra mim e pergunta como estou me sentindo. Aí, eu falo que estou bem. Chega de sentir dor, de sofrer lesão. Espero terminar o ano sem lesões e jogando”, declarou.

O jogador agradeceu o carinho que tem recebido da torcida celeste e espera repetir as boas atuações. “Estou feliz pelo carinho da torcida e que o elenco do Cruzeiro tem comigo. Mesmo quando eu não ia para os jogos, eu seguia trabalhando. As oportunidades estão aparecendo e vou procurar sempre corresponder”, disse.