Phelps é suspenso por 6 meses e é retirado do Mundial

Segundo a USA Swimming, nadador violou o código de conduta da entidade; sanção entra em vigor imediatamente

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Phelps deixará de receber o pagamento mensal da federação durante este período, e teve sua inscrição no Mundial cancelada
Swimsan/Courtesy of Mike Lewis
Phelps deixará de receber o pagamento mensal da federação durante este período, e teve sua inscrição no Mundial cancelada

Custou muito caro para o norte-americano Michael Phelps o último escândalo em que se envolveu. Flagrado dirigindo embriagado na semana passada, o maior campeão olímpico de todos os tempos foi duramente punido nesta segunda-feira pela USA Swimming. A entidade que gere a natação nos Estados Unidos anunciou a suspensão do atleta por seis meses. Além disso, ele impedido de se inscrever no Mundial de Kazan, na Rússia, no ano que vem.

A USA Swimming justificou a suspensão e apontou que Phelps violou o código de conduta da entidade. O Comitê Executivo aprovou a sanção, que entra em vigor imediatamente. A punição o impede de participar de competições oficiais até o dia 6 de abril de 2015, mas não de treinar em seu clube em Baltimore.

Além do gancho, Phelps deixará de receber o pagamento mensal da federação durante este período, e teve sua inscrição no Mundial cancelada, mesmo com a competição marcada para um período após o fim da sanção - em agosto do ano que vem. O nadador norte-americano concordou com as medidas.

"A conduta do Michael foi séria e pede consequências significativas", declarou o diretor executivo da USA Swimming, Chuck Wielgus. "Nós endossamos e estamos aqui para dar apoio pessoal irrestrito às suas próximas ações pessoais", completou.

O próprio Phelps se mostrou decepcionado com sua atitude após o ocorrido e no último domingo chegou a anunciar que estava se afastado temporariamente do esporte. Ele ainda não se manifestou sobre os rumos de sua carreira após a punição.

Phelps foi detido nas primeiras horas da última terça-feira após ser flagrado sob influência de bebida alcoólica ou droga, na cidade de Baltimore. De acordo as informações da polícia, o nadador trafegava a 135 km/h, velocidade que foi detectada por um radar, em uma área em que o limite é de 72 km/h.

Assim, policiais pararam Phelps, que dirigia uma Land Rover, logo após ele passar por uma praça de pedágio. O nadador, então, foi acusado por exceder o limite de velocidade, de estar embriagado - a polícia só não precisou qual substância foi consumida pelo nadador multicampeão olímpico - e também por cruzar as linhas de pista dupla do túnel.

De acordo com as autoridades locais, Phelps cooperou com os policiais. Posteriormente, ele foi liberado. Esta é a segunda vez que o nadador olímpico enfrenta uma acusação de dirigir embriagado em Maryland - a outra foi em 2004. Agora, ele voltará a responder um processo judicial.

O nadador é o maior campeão olímpico de todos os tempos, tendo conquistado 22 medalhas, sendo 18 de ouro. Após quase dois anos de aposentadoria, Phelps voltou a competir no mês de abril. Ele venceu os 100m borboleta no Pan Pacífico, e levou a prata no 200m medley na competição, a mais importante da temporada.

Leia tudo sobre: nataçãomichael phelpssuspensão