Marussia agradece apoio a Bianchi e pede 'paciência'

A equipe russa afirma que atualizações sobre o estado do piloto francês serão comunicadas de acordo com os desejos da sua família

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Divulgação/Site Oficial
undefined

A Marussia divulgou nesta segunda-feira um comunicado oficial em que faz um agradecimento aos fãs e à comunidade da Fórmula 1 pela enorme onda de apoio ao piloto francês Jules Bianchi, e em que também pede paciência sobre a divulgação de atualizações a respeito do seu estado de saúde após o acidente no circuito de Suzuka.

O francês sofreu ferimentos graves na cabeça e passou por uma cirurgia depois de bater no guindaste que estava removendo a Sauber de Adrian Sutil da pista durante o GP do Japão, no último domingo. A Marussia disse que atualizações sobre o estado de Bianchi seriam comunicadas em conjunto com o Mie General Hospital, e de acordo com os desejos da família de Bianchi.

"Após o acidente envolvendo Jules Bianchi durante o GP do Japão no circuito de Suzuka, ontem (domingo), a Marussia gostaria de agradecer a enorme manifestação de apoio e carinho para Jules e a equipe neste momento muito difícil", disse a Marussia em um comunicado.

"No que diz respeito à comunicação de informações relativas ao estado médico de Jules, vamos respeitar, e ser guiados pelos desejos da família de Bianchi. Juntamente com os cuidados com Jules, eles permanecerão sendo nossa maior prioridade. Por isso, gostaríamos de pedir paciência e compreensão sobre as novas atualizações médicas, que serão comunicadas em conjunto com o Mie General Hospital em Yokkaichi, onde Jules está sendo tratado quando eles sentirem que for apropriado", completa a equipe.

Representantes das equipes Marussia e Ferrari - Bianchi é membro da Academia de Pilotos da Ferrari - permanecerão no hospital para apoiá-lo e à sua família. Os pais do francês, Philippe e Christine Bianchi, estão viajando ao Japão para ver o filho, que está em tratamento intensivo após sofrer graves ferimentos na cabeça em razão do acidente.

O estado de saúde de Bianchi é crítico e o francês precisou passar por uma cirurgia de emergência no cérebro após o acidente. Ele foi encaminhado ao hospital ainda inconsciente, como deixou o circuito de Suzuka, mas maiores detalhes sobre a sua condição não foram revelados.

O GP do Japão, no último domingo, teve início às 15 horas locais embora a aproximação de um tufão tenha levantado a possibilidade da prova começar mais cedo, o que não aconteceu. No momento do acidente, chovia de forma constante e estava ficando escuro em Suzuka, com vários pilotos se queixando em razão das dificuldades de enxergar corretamente.

Bianchi, de 25 anos, está em seu segunda temporada na Fórmula 1, ambas correndo pela Marussia. O francês se destacou neste campeonato ao obter em Mônaco, com uma nona colocação, os primeiros pontos da Marussia desde a estreia da equipe na principal categoria do automobilismo no mundo.

Leia tudo sobre: jules bianchimarussiaformula 1boletim medicogp do japao