PM deteve 123 pessoas em Minas por crimes eleitorais

Mesários, candidatos e eleitores foram flagrados, fazendo boca de urna; detalhamento de prisões será passado à corporação nesta segunda (6), pelo TRE-MG

iG Minas Gerais | Gustavo Lameira |

Pelo menos 123 prisões foram feitas em Minas Gerais durante as eleições, neste domingo (5).

De acordo com a Polícia Militar (PM), 116 pessoas foram detidas no interior; destas, quatro são menores de idade. Em Belo Horizonte e região metropolitana, sete pessoas foram presas, a maioria por crime de boca de urna.

No bairro Jardim Leblon, região de Venda Nova, um eleitor foi encaminhado até a Polícia Federal por causar transtornos em sua seção de votação. Em Vespasiano, a candidata a deputada estadual Luciene Maria Fonseca (PPS) foi detida por fazer boca de urna próximo à Escola Estadual Machado de Assis. Em Unaí, no Noroeste de Minas, outro candidato foi preso por realizar o transporte de eleitores.

Em Brumadinho, na Grande BH, uma mesária foi presa, também pelo crime de boca de urna, dentro da zona eleitoral em que atuava. O maior número de prisões foi registrado em Ipatinga, no Vale do Aço. Apenas durante a manhã, 15 pessoas foram detidas distribuindo santinhos de candidatos.

Ainda segundo a PM, somente nesta segunda-feira (6) o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG)  deve passar o detalhamento das prisões.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave