Governador do Amapá disputa 2º turno com Waldez Góes

Atual governante, Camilo Capiberibe (PSB) vai para a decisão contra candidato do PDT

iG Minas Gerais | Da redação |

O atual governador do Amapá, Camilo Capiberibe (PSB), 42, disputará a reeleição no segundo turno com o ex-governador Waldez Góes (PDT), 52, que neste domingo (5) saiu na frente na disputa.

Com 94% dos votos apurados às 19h37, o pedetista obteve 42%, ante 28% do pessebista. Por pouco o governador mais jovem do Brasil, que tem um dos mais baixos índices de popularidade do país, não perdeu a eleição já no primeiro turno.

Em terceiro lugar ficou o ex-presidente da Assembleia Legislativa do Estado e atual vereador de Macapá Lucas Barreto (SD), com 14% dos votos. Bruno Mineiro (PTdoB) recebeu 8% dos votos, Jorge Amanajás (PPS), 7%, e Genival Cruz (PSTU), 1%.

Góes chegou a ser preso em 2010 sob acusação de desviar R$ 300 milhões quando ocupou o cargo, entre 2003 e 2010. Ele nega a acusação. Como ainda não foi julgado, pôde concorrer este ano. O pedetista foi preso quando estava licenciado do cargo para disputar uma vaga ao Senado. Junto com ele, foram detidas 17 pessoas --entre elas o vice-governador, Pedro Paulo Dias (PP), que assumiu o posto e concorreu à reeleição.

Ambos foram soltos dez dias depois, mas perderam nas urnas. À época, a operação Mãos Limpas, da Polícia Federal, impulsionou a eleição de Capiberibe --que até então havia sido apenas vereador em Macapá e deputado estadual-- ao governo e de Randolfe Rodrigues (PSOL) ao Senado. Com 18% de ótimo/bom em sua última avaliação, Capiberibe tem chances reais de não conquistar a reeleição.

Folhapress

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave