Cerca de 100 presos provisórios votaram em Sete Lagoas

Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral, nas eleições de 2010, 18.928 presos provisórios votaram em todo o país

iG Minas Gerais | Da Redação |

O domingo foi movimentado no Presídio Regional de Sete Lagoas. As eleições alteraram a rotina dos presos provisórios. Cerca de 100 detentos saíram das celas para ir às urnas. A Constituição Federal impede o voto apenas de quem foi condenado pela Justiça e não cabe mais recurso. Por isso, o preso provisório, aquele que aguarda a decisão judicial, pode participar do pleito.

A unidade tem 451 presidiários e à época do alistamento eleitoral, que terminou em 7 de maio, 216 detentos mostraram interesse em votar, mas menos da metade foi às urnas neste domingo (5). O juiz da Zona Eleitoral de Sete Lagoas, Evandro Cangussu explica que a rotatividade no presídio é grande e entre a data do cadastro e o dia da eleição há diversas prisões e solturas. “Aqui em Sete Lagoas é uma média de 90 a 100 presos entrando e saindo na unidade por mês. É muito fluido esse número. O prazo para ele ficar lá é em média 100 dias. Como o cadastro é um momento pode ser comparado a uma fotografia daquele instante.” Aqueles que não votam, ao sair do presídio acertam a situação com a Justiça Eleitoral.

Agência Brasil

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave