TRE-MG cadastra eleitores com deficiências ou necessidades especiais

Atualmente o Estado possui 23.048 pessoas cadastradas como com deficiência ou portadoras de necessidades especiais

iG Minas Gerais |

Em todo o Estado, mesários foram orientados a identificar pessoas com deficiência votando em seções normais e a cadastrá-las para que o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) mapeie as necessidades e, assim, promova ações para atendê-las. Em Minas Gerais, apenas 23.048 pessoas estão cadastradas atualmente como com deficiência ou portadoras de necessidades especiais.   Minas Gerais tem 15.248.681 eleitores e é o segundo maior colégio eleitoral do país. Belo Horizonte é a cidade com maior número de eleitores do Estado, 1.911.142, seguida por Uberlândia, no Triângulo Mineiro, com 462.813. O município mineiro com menor número de eleitores é Serra da Saudade, na região Central, com 1.105.   No Instituto de Cegos São Rafael, no Barro Preto, na região Centro-Sul da capital, muitas pessoas com deficiência visual votaram neste domingo. O TRE-MG, por meio do programa de acessibilidade, fez o cadastro de eleitores que declararam ter alguma deficiência. Elas puderam optar por trocar de zona eleitoral convencional e votar em uma da 2.392 seções acessíveis.   Apesar de ter de subir uma escadaria para votar, dona Maria Luzia Barbosa, de 48 anos, que não enxerga, disse que votar no instituto também tem vantagens.   “Já estudei aqui e gosto de votar no instituto porque a gente encontra pessoas que tem muito tempo que a gente não vê. As pessoas estão treinadas para nos receber, ajudam. Tinha um fone lá para eu ouvir e tenho certeza em quem votei”, explicou.   Agência Brasil  

Leia tudo sobre: eleições 2014políticaacessibilidadedeficiência