Pernambuco tem 59 presos por crime eleitoral

Para o TRE, a eleição transcorre normalmente. Das quase 19 mil urnas usadas, 295 apresentaram pequenos problemas

iG Minas Gerais | Da Redação |

Até o início da tarde, 59 eleitores pernambucanos foram levados à delegacia e depois liberados por fazer boca de urna e propaganda irregular. Há quatro presos, sendo um em Pesqueira, por compra de votos, um em Taquaritinga, por fazer selfie na cabine de votação, e duas em Moreno, por porte ilegal de arma de fogo.   O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) esclareceu a situação do candidato a deputado estadual José Resende (PP). Mais cedo a informação do tribunal era que ele havia sido preso. No entanto, em nota, o TRE confirmou que ele teve que ir à delegacia de Cabo de Santo Agostinho, na região metropolitana do Recife. O candidato foi levar o seu carro que foi apreendido porque a documentação está irregular.   Para o TRE, a eleição transcorre normalmente. Das quase 19 mil urnas usadas, 295 apresentaram pequenos problemas e 167 foram substituídas.

Leia tudo sobre: Pernambucocrime eleitoralpresos