PCO deve votar nulo no segundo turno, diz candidato Rui Costa Pimenta

Decisão será debatida e definida oficialmente pelos membros do partido em conferência que deve ocorrer no próximo sábado

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Em 2014, Rui Costa Pimenta foi novamente escolhido como candidato do PCO à Presidência
Divulgação
Em 2014, Rui Costa Pimenta foi novamente escolhido como candidato do PCO à Presidência

Candidato do PCO à Presidência da República pela quarta eleição consecutiva, Rui Costa Pimenta afirmou que a diretriz geral da legenda é votar nulo em um eventual segundo turno. "Há uma opinião praticamente unânime de que a gente deveria votar nulo", disse. Segundo ele, o assunto será debatido e decidido oficialmente pelos membros do PCO na 32ª Conferência Nacional do partido, que deve ocorrer no próximo sábado (11). Pessimista sobre o resultado nas urnas, o candidato falou ainda sobre as dificuldades que o partido sofreu durante a campanha. "Por uma série de problemas, inclusive com o TSE, os nossos candidatos ficaram muito diminuídos nessa eleição. Ficamos impedidos de concorrer em três ou quatro Estados por 'tecnicalidades' que o TSE inventou". Para o futuro, Rui Pimenta disse esperar uma "conjuntura de crise". O político votou nesta manhã na Escola Estadual Pereira Barreto, na Lapa, zona oeste de São Paulo, acompanhado do assessor e de dois dos seus três filhos. Ele deve acompanhar a apuração dos votos em casa, com a família.

Leia tudo sobre: Rui CostaPCOvotonulosegundoturnoeleiçoes