Cirurgia é bem-sucedida, mas piloto ainda preocupa

Segundo informações do jornal francês L'Équipe, Bianchi já estaria respirando sem o auxílio de aparelhos

iG Minas Gerais |

Após sofrer grave acidente durante o GP do Japão de Fórmula 1, neste domingo, o piloto francês Jules Bianchi foi submetido a uma cirurgia no cérebro no Mie General Hospital, próximo ao Circuito de Suzuka. A operação, bem-sucedida, já foi finalizada, de acordo com o jornal francês L'Équipe.

Depois da operação, o piloto da Marussia já estaria respirando sem o auxílio de aparelhos, o que atestaria um bom sinal em sua recuperação. O hospital, contudo, evitou divulgar informações sobre o caso do francês. A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) também não se pronunciou sobre a cirurgia.

Ao fim da operação, Bianchi foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), conforme antecipou a FIA, em nota. Ele ficará sob cuidado especial por causa da grave lesão que sofreu no cérebro no acidente do qual foi vítima durante a corrida, no Japão. Ele foi encaminhado ao hospital ainda inconsciente, como deixou a pista de Suzuka.

Bianchi sofreu o acidente na 43ª volta da prova ao atingir o guindaste que estava removendo a Sauber de Adrian Sutil da pista - o alemão havia batido no mesmo lugar uma volta antes. O choque do francês, porém, foi mais forte e causou o encerramento precoce da corrida na 44ª das 53 voltas previstas.

Aos 25 anos, o piloto está em sua segunda temporada na Fórmula 1 ambas correndo pela Marussia. Considerado um dos principais nomes do programa de desenvolvimento da Ferrari, Bianchi se destacou nesta temporada ao obter em Mônaco os primeiros pontos da Marussia desde sua entrada na F1 em 2010.

Leia tudo sobre: bianchiacidentef1corridacirurgiaoperaçãofrançasuzukamarussia