Aécio afirma que só falará sobre apoio no final do dia

"Vamos aguardar que os brasileiros definam quem estará no segundo turno. Se couber a mim essa honra falarei disso no final do dia", disse o candidato tucano

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Agência Brasil
undefined

Favorito para chegar ao segundo turno conforme as últimas pesquisas de intenção de voto, o candidato do PSDB à Presidência Aécio Neves, afagou Marina Silva, candidata do PSB e terceira colocada nas pesquisas, em entrevista coletiva realizada na manhã deste domingo, 05, em um hotel de Belo Horizonte, após votar em um colégio no bairro de Lourdes. "Marina é extremamente competitiva, tenho enorme respeito por ela. E ela, assim como eu está disputando oportunidade de representar a mudança", disse o tucano.

Quando questionado se procuraria o apoio de Marina no segundo turno, Aécio preferiu deixar para falar sobre isso, depois do fechamento das urnas. "Vamos aguardar que os brasileiros definam quem estará no segundo turno. Se couber a mim essa honra falarei disso no final do dia", falou.

O presidenciável do PSDB disse ainda que nunca perdeu a confiança de chegar ao segundo turno e voltou a creditar à morte de Eduardo Campos (PSB) a reviravolta nas pesquisas nos últimos meses. "Tivemos duas eleições em uma só. Mas temos que aguardar com muita humildade. O que temos até o momento são pesquisas e apurações", declarou.

Ele comentou que fez uma campanha de um projeto para o Brasil "à altura das tradições de Minas Gerais" e que o sentimento de mudança é amplo e não significa somente a derrota do PT, mas "a introdução de um projeto que permite que o Brasil volte a crescer e atrair capital privado". O presidenciável agradeceu aos outros candidatos e disse que campanha foi uma oportunidade de aprendizado.

Antes de votar ao lado de sua esposa Letícia Weber, que é gaúcha e transferiu domicílio eleitoral para Belo Horizonte, Aécio acompanhou o voto dos candidatos Antonio Anastasia, que concorre a uma vaga ao Senado, e Pimenta da Veiga, que disputa o governo do Estado. Aécio passará o dia em seu apartamento na capital mineira e fará um pronunciamento após a apuração dos resultados.

Estadão Conteúdo

Leia tudo sobre: eleiçõesaécio nevespsdbtucanopresidênciasegundo turnoapoio