15 candidatos são presos no Rio de Janeiro por boca de urna

Dos presos, cinco estavam na capital e 10 foram detidos no interior do Estado

iG Minas Gerais |

Os fiscais do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) prenderam, na manhã de hoje (5), 15 candidatos por boca de urna. Foram cinco na capital e dez nas outras zonas eleitorais. Além dos candidatos a deputado estadual Bombeiro Nascimento (PROS), Dr. João Batista (PT) e Marcelo Borges (PDT), divulgadas anteriormente, foram presos na capital Everton Gomes (PDT), candidato a deputado federal, e Maurício Araújo (Solidariedade), que concorre uma vaga na Assembleia Legislativa. Todos serão encaminhados a delegacias para o registro da ocorrência. Até o momento, foram presas 162 pessoas no estado. Os candidatos e cabos eleitorais detidos podem receber pena de seis meses a um ano de prisão ou prestação de serviços à comunidade, além de multa de R$ 12 mil a R$ 37 mil. De acordo com a diretora-geral do TRE-RJ, Adriana Brandão, tudo transcorre dentro da normalidade. Até o momento, foram substituídas 402 urnas eletrônicas. Em Niterói, segundo a diretora, as filas ocorrem por causa da identificação biométrica, que pode ser um pouco mais demorada. O próximo boletim do TRE-RJ deve ser divulgado às 15h.

 

Agência Brasil  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave