Greve dos bancários pode terminar nesta segunda

Sob orientação do comando nacional dos bancários, categoria deve aceitar reajuste salarial de 8,5% oferecidos pelos bancos

iG Minas Gerais | Da redação |

Sob orientação do comando nacional dos bancários, a categoria deve decidir, nesta segunda-feira (6), encerrar a greve iniciada na terça passada (30) e aceitar reajuste salarial de 8,5% oferecido pelos bancos na última sexta.

A decisão será avaliada em assembleias a partir das 16h, em São Paulo, e em várias regiões do país, segundo informaram o Sindicato dos Bancários de São Paulo e a Contraf-CUT, que reúne 134 sindicatos no país.

A tendência é acatar a orientação da cúpula porque o reajuste oferecido na sexta, 8,5% (2,02% de aumento real), é superior ao acordado no ano passado. A Fenaban também ofereceu reajuste de 9% para o piso salarial e de 12,2% para o vale-refeição.

Em 2013, após paralisação de 23 dias, o acordo foi de correção nos salários de 8% (inclui 1,82% de ganho real).

Se as assembleias referendarem a decisão do comando nacional, os bancários devem retomar as atividades a partir de terça-feira (7).

RAIO-X DA GREVE DATA-BASE 1º de setembro QUANTO GANHAM piso de R$ 1.648 (salário do caixa) O QUE PEDEM 12,5% (5,8% real) CONTRAPROPOSTA 8,5% (2,02% de ganho real) INFLAÇÃO NO PERÍODO 6,35% (INPC, em 12 meses)

Folhapress

Leia tudo sobre: greve dos bancários