Eduardo Jorge se diz surpreso com recuperação de Aécio

Candidato do PV apostava que Marina Silva (PSB) estaria no segundo turno e afirmou que tucano "deu a mão à palmatória"

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O candidato do PV à Presidência, Eduardo Jorge, afirmou que Aécio Neves (PSDB) "realmente conseguiu se recuperar" e que deu "a mão à palmatória", já que havia apostado em um segundo turno entre Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB).

Jorge disse estar animado e reiterou que o PV apoiará um candidato no segundo turno, reconhecendo a mudança de cenário apontada pelas pesquisas, com o avanço de Aécio. "Primeiro eu já dei a mão à palmatória no ultimo debate e ele já bateu na minha mão, porque realmente ele conseguiu se recuperar", disse, bem-humorado, ao ser lembrado que apostou em um segundo turno entre Dilma e Marina. "Se a gente não for para o segundo turno, vamos discutir com A e B e ver quem está mais próximo da gente. Isso é um compromisso, não faremos como em 2010", ressaltou, sobre a neutralidade do partido naquele ano.

O candidato afirmou, ainda, que é "emocionante" o apoio da juventude à sua campanha. Ele voltou a falar da importância de uma reforma política, com voto facultativo. Segundo ele, sua campanha foi a única que não recebeu doações de empresas e, por isso, foi muito "austera". "Montamos site, Facebook, e em dois meses já tínhamos 130, 140 mil seguidores", disse.

Eduardo Jorge chegou de bicicleta ao seu local de votação no bairro de Vila Mariana, em São Paulo, acompanhado do filho e do neto, que cantou o jingle da campanha para os jornalistas. Ao votar, Jorge teve a companhia do candidato do partido ao governo do Estado, Gilberto Natalini. Depois da votação, Jorge tirou selfies com um repórter do humorístico Pânico e disse que a próxima agenda do dia é levar o neto para o museu.

Estadão Conteúdo