Mesário fica dormindo em casa e é levado para a Polícia Federal

Homem foi contactado em casa e sua esposa atendeu a ligação e disse que ele estava dormindo e não iria comparecer

iG Minas Gerais | JOANA SUAREZ |

Um mesário foi preso neste domingo (5) em Governador Valadares, na região do Vale do Rio Doce, por não ter comparecido à seção. Ele foi contactado em casa e a esposa teria atendido a ligação e dito que ele estava dormindo e não iria trabalhar hoje. Por ordem do juiz eleitoral ele foi levado para a Polícia Federal da cidade para prestar esclarecimentos. Ele teria obrigação de ir por ter sido convocado, conforme o artigo 347.

A Policia Militar (PM) está desde as 4h da manhã de hoje com 40 mil policiais nas ruas em todo os Estado. Em Uberaba, no Triângulo Mineiro, duas mulheres foram presas por fazerem propaganda eleitoral.

Hoje só serão presos no Estado, segundo o major da PM, Gilmar Luciano, pessoas em flagrante delito ou com mandado de prisão expedido pelo juiz. A ordem vale até 48h após a eleição. Pessoas que forem pegas praticando boca de urna serão encaminhadas para a Polícia Federal (PF) e nos municípios onde não houver delegacia da PF, serão levadas para a Polícia Civil.

A venda de bebida alcoólica também está proibida hoje, o comerciante pode responder civilmente e será feito o boletim de ocorrência. A equipe de O TEMPO está acompanhando os registros direto do TRE-MG, onde está também uma equipe da Polícia Militar.

Leia tudo sobre: mesáriopresogovernador valadares