Nestas eleições 900 mil eleitores mineiros deixarão de votar

A situação poderá ser regularizada a partir do mês que vem; em 30 minutos desde o início das votações, duas urnas já apresentaram defeito e precisaram ser trocadas em BH e Itaúna

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Em Minas, quase 900 mil eleitores não poderão votar nestas eleições porque estão com o título cancelado ou suspenso, segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Eles poderão regularizar a situação a partir de novembro. Neste domingo (5) poderão ser votados deputados estaduais, deputados federais, governador, senador e presidente.

Concorrem ao governo de Minas Cleide Donária (PCO), Eduardo Ferreira (PSDC), Fernando Pimentel (PT), Fidélis Alcântara (PSOL), Pimenta da Veiga (PSDB), Tarcísio Delgado (PSB) e Túlio Lopes (PSB). Já para o senado, os candidatos mineiros são Antonio Anastasia (PSDB), Edilson Nascimento (PTdoB), Geraldo Batata (PSTU), Tarcísio (PSDC), Josué Alencar (PMDB), Margarida Vieira (PSB), Graça (PCO), e Pablo Lima (PCB).

Ao todo, serão 53 deputados federais e 77 deputados federais eleitos por Minas.

Urnas

Dentre as 45.779 urnas no Estado, duas delas precisaram ser substituídas devido a problemas técnicos. Uma delas foi em Belo Horizonte, na 31ª Zona Eleitoral, seção 190, no bairro Alípio de Melo, que apresentou problema na impressão. A outra foi em Itaúna, na região Centro-Oeste de Minas Gerais, que foi trocada por apresentar problema na bonina de papel. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave