Corrente do bem é ajuda contra câncer

iG Minas Gerais |

Quando o diagnóstico é câncer, é difícil não esmorecer. Mas o carinho e a gentileza de familiares e amigos fazem a diferença. A nutricionista Fabíola Rodrigues Boaventura, 25, em apoio à sogra, que tem a doença, entrou em uma campanha para doar o cabelo para confecção de perucas.

O projeto, criado pela instituição filantrópica Lar Teresa de Jesus, sob o título Mecha da Alegria, tem o propósito de estimular a auto-estima das mulheres que, ao passarem pelos tratamentos de quimioterapia e radioterapia, perdem os cabelos. “Minha sogra está com câncer, e muitos familiares e amigos entraram em uma corrente do bem. Os homens rasparam a cabeça, e as mulheres cortaram os cabelos para doar”.

Ela diz que o humor e a força de vontade da sogra de lutar contra a doença ficaram muito mais fortes. “É nítido como a pessoa se sente amada, mais confiante”. (FB)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave