Mesmo com vantagem ampliada, Marcelo prega 'pés no chão'

Com vitória sobre o Inter, o Cruzeiro abriu nove pontos de diferença para o segundo colocado, o próprio time gaúcho

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Marcelo Oliveira tem se mostrado satisfeito com os últimos resultados da Raposa
WASHINGTON ALVES/ VIPCOMM
Marcelo Oliveira tem se mostrado satisfeito com os últimos resultados da Raposa

O técnico Marcelo Oliveira e os jogadores sabiam que a vitória seria fundamental na caminhada pelo título do Campeonato Brasileiro. Com os três pontos conquistados nesta noite, o time abriu nove pontos de vantagem para o segundo colocado, o próprio Internacional, a 11 rodadas do fim da competição. No entanto, o discurso de 'pés no chão' segue.   

O treinador destacou que conversou com os atletas sobre a importância do triunfo diante dos colorados. 

"Era importantíssimo vencer o jogo e estabelecer uma diferença maior ainda do que já tínhamos. Disse aos  jogadores que foi um passo grande que demos à frente, mas ainda tem uma estrada para percorrer. Quarta já tem outra batalha semelhante a essa", comentou Oliveira. 

Para ele, o Cruzeiro foi melhor em praticamente toda a partida. 

"Foi sem dúvida um grande jogo, de dois times muito técnicos. Qualquer descuido, desatenção, pode gerar perigo, gerar um gol. Achei que o Crueiro fez um primeiro tempo brilhante em todos aspectos, marcação, recomposição, roubamos muito a bola, isso faz muita diferença. Chegamos a dois gols. Era natural que o Internacional viesse para cima no segundo tempo. Logo fizeram uma modificação, tirando um volante e colocando o Alex. Mesmo assim, o Cruzeiro controlou o jogo. Teve uma oportunidade, e não há melhor que uma penalidade. Infelizmente não aconteceu. Num descuido nosso, sofremos o gol, tornando o jogo um pouco mais dramático. Perdemos o meio-campo, tivemos que fazer modificações para proteger mais e sair para o ataque", completou. 

Sobre a liderança isolada no Brasileirão, fato que vem perdurando desde o ano passado, quando Cruzeiro faturou o tricampeonato, Marcelo enalteceu a força do grupo. 

"Representa que o trabalho está no caminho certo, isso tudo foi conquistado com muito sacrifício, muita luta, com muita união do jogadores e entrega. Porém, não podemos nos sentir felizes com o que já temos, não podemos ficar confortáveis. O futebol não permite zona de conforto. Então, temos de fazer um bom descanso para quarta-feira, uma mobilização para mais esta final. Se possível com esse grande público, pois isso é contagiante, e os jogadores se sentem muito bem com essa participação dos torcedores", disse Marcelo. 

Como lembrou o comandante, o Cruzeiro entra em campo na próxima quarta-feira, contra o Corinthians, pela 27ª rodada do Brasileirão. Mais uma vez, o jogo será no Mineirão. 

Leia tudo sobre: Marcelo OliveiraCruzeirofutebolvantagemdiscursohumildadepés no chão