Em 'despedida' do Itaquerão, Corinthians encara o Sport

Equipe paulista, comandada pelo técnico Mano Menezes, ficará quase um mês sem atuar em sua nova casa

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Para o Corinthians, o jogo contra o Sport, neste sábado, às 18h30, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, marca uma "despedida" do estádio Itaquerão, em São Paulo. O time ficará quase um mês sem atuar em sua nova casa. Além da série de partidas em que jogará como visitante, o clube foi punido pelo STJD, nesta sexta-feira, com a perda de um mando de campo.

A briga entre duas torcidas organizadas no clássico contra o São Paulo obrigará o time a jogar a 100 quilômetros da capital, além de receber uma multa de R$ 50 mil. O prejuízo maior, no entanto, é jogar longe do Itaquerão, onde a arrecadação líquida beira R$ 1 milhão. O time deverá cumprir a punição no jogo contra o Vitória, marcado para o próximo dia 22. A diretoria ainda pode recorrer da decisão imposta pelo tribunal.

“Precisamos dos nossos torcedores, eles são importantes para gente, como foi quarta (contra o Atlético Mineiro). Perdendo o mando de campo, perdemos a força dos torcedores”, disse o meia Petros. Após o jogo deste sábado, o time inicia uma sequência de quatro jogos como visitante: Cruzeiro (8), Botafogo (11), Atlético Mineiro (15, pela Copa do Brasil) e Internacional (19).

O jogo seguinte, contra o Vitória, terá de ser disputado em outra cidade. Ou seja: pela tabela, o time só volta ao Itaquerão no dia 2 de novembro contra o Coritiba. Há uma chance de jogar em casa um pouco antes, no dia 29 de outubro, pela Copa do Brasil, caso o time passe pelo Atlético Mineiro e o sorteio da semifinal dê a chance de o Corinthians jogar a primeira partida em casa.

“Não tem outro jeito, vamos ter de começar a vencer jogos fora de casa para voltar ao G4”, disse Petros. Mas para alcançar este objetivo, é preciso vencer o Sport. O Corinthians vem de duas derrotas no Brasileirão e hoje está fora da zona de classificação à Copa Libertadores.

O clima, ao menos, está mais leve após a vitória no meio de semana pela Copa do Brasil. Mano Menezes saiu do foco das críticas e teve um pouco de paz para armar a equipe que encara o Sport. O técnico deu a entender que vai poupar alguns jogadores. Todos os titulares estão relacionados, mas dois deles devem começar no banco de reservas: o lateral-esquerdo Fábio Santos e o meia Renato Augusto.

“Não é poupar, é escalar quem está em melhor condição. Quem está desgastado não consegue render bem”, afirmou o treinador depois da vitória da última quarta. “O Sport não jogou no meio de semana. Precisamos entrar em campo com os jogadores que estejam bem fisicamente". O único jogador que está vetado pelo departamento médico é o volante Ralf, que se recupera de dores no joelho direito.

O maior desafio do jogo é ganhar de um adversário que deve atuar na defesa. O time de Mano Menezes tem encontrado problemas enfrentando equipes que não propõe jogo.

Leia tudo sobre: despedidaitaqueraocorinthiansjogosportbrasileiro