Aécio diz que Dilma está "assustada" com sua subida nas pesquisas

Reposta foi uma provocação a petista que também faz carreata na região metropolitana de Belo Horizonte neste sábado (4)

iG Minas Gerais | Tâmara Teixeira |

O candidato do PSDB Aécio Neves afirmou neste sábado (4), durante uma carreata em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte, que a presidente Dilma Rousseff (PT) está “provavelmente assustada” com as pesquisas que o mostram no segundo turno amanhã. A reposta do senador foi uma provocação a petista que também vista a capital mineira.   “Provavelmente ela está assustada. Acho que ela não se preparou para nos enfrentar. Vamos para o segundo turno e ganhar as eleições. Ela está percebendo onde vai se dar a disputa, e a disputa será conosco”, afirmou. Mais cedo, ele já havia provocado Dilma. “A minha orientação aos meus companheiros é que sempre manifestem hospitalidade. Pena que ela não ficará aqui muito tempo porque não vota aqui em Minas Gerais”, alfinetou.   A discussão sobre a afinidade com o Estado, já que Dilma e Aécio são mineiros, foi uma das marcas da campanha presidencial dos dois candidatos. O senador ainda afirmou não acreditar que o PT avalia que seria mais fácil enfrentar a sua candidatura do que a de Marina Silva (PSB).   O tucano evitou falar em uma aliança com o PSB no segundo turno, independente do resultado das urnas de amanhã. Mais uma vez, Aécio elogiou Marina depois de ter sido perguntado sobre qual seriam as diferenças entre as duas candidaturas para ajudar o eleitor indeciso a tomar uma decisão. “Ninguém é melhor que ninguém. Tenho enorme respeito pela Marina que disputa também com dignidade uma oportunidade de presidir o Brasil da mesma forma que eu. Não há diferença entre nós. O que tenho a oferecer ao Brasil é um projeto experimentado, um grupo político e de pessoas altamente qualificados em todas as áreas. É a experiência de um governo extremamente exitoso. Acho que a experiência nessa hora para o enfrentamento das difficuldades que nós vamos ter pela frente é essencial. A marina tem todas as suas qualidades, falo apenas daquilo que acho que é essencial e que pode estar ajudando nessa decisão final em favor da nossa candidatura”, disse.   Nos últimos dias, Aécio tem evitado fazer críticas a Marina Silva, o senador não quis dizer hoje se isso demonstraria uma sinalização de proximidade no segundo turno. “Tudo pode acontecer. Inclusive, posso estar com a Marina no segundo turno. Só vou falar de segundo turno após os resultados”.   O candidato ainda comentou o episódio de ontem em que um morador do Aglomerado da Serra, na capital mineira, se recusou a dar a mão para o tucano. “Tenho dificuldades de andar pelas ruas pela quantidade de pessoas que querem me cumprimentar. Foi o gesto individual de uma pessoa que eu respeito. Continuarei fazendo como sempre fiz, mesmo discordando, sendo bem educado”, disse.   Aécio participou de carreata em Santa Luzia e Ribeirão das Neves e ainda na parte da tarde visita Contagem e Betim, todas na região metropolitana de Belo Horizonte.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave