Bibliotecário é preso por suspeita de estupro de cinco crianças

Casos vinham acontecendo há dois anos nas dependências de uma escola do município; notebook, tablet e DVDs foram apreendidos com o funcionário

iG Minas Gerais | Gustavo Lameira |

Um bibliotecário foi preso por suspeita de estupro de cinco crianças em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, nessa sexta-feira (3). Os casos estariam ocorrendo há dois anos nas dependências da Escola Municipal Glória Marques Diniz, bairro Bom Jesus.

Conforme relato de uma das mães à Polícia Militar (PM), o fato de o filho de 10 anos ter tentado furtar um DVD pornográfico levantou suas suspeitas. O menino se manteve calado e arredio por alguns dias, até que o irmão mais novo, de 6 anos, chamou a mãe e contou sobre os abusos.

Segundo a criança, também aluna da escola, há dois anos ela vinha sendo levada pelo funcionário da escola até a biblioteca, onde aconteciam os abusos. O homem de 34 anos colocava o menino no colo e tentava fazer sexo anal com ele. A mesma história teria acontecido com o irmão.

A PM foi até a escola na tarde dessa sexta, onde o bibliotecário foi detido. Durante a abordagem, outras duas mães apareceram, relatando outros abusos. A mãe de outros dois alunos de 7 e 8 anos contou que os filhos relataram também ter sido colocados no colo. Em outras situações, o homem chegou a tirar a roupa e passar o órgão genital no rosto deles.

Uma menina de 7 anos, conforme a mãe, também foi vítima do bibliotecário, passando por situações semelhantes.

Na biblioteca da escola foram apreendidos um notebook, um tablet, um pendrives e DVDs diversos. No entanto, a Polícia não soube precisar o conteúdo do material apreendido, e se todos eram de uso pessoal do funcionário ou se pertenciam a escola.

O caso foi encaminhado para a Delegacia de Plantão de Contagem. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave