Técnico lamenta lesão de Goulart, mas frisa confiança no grupo

Marcelo Oliveira tem como opção Willian, Marquinhos, Dagoberto e Marlone para iniciar a partida

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES |

Marcelo Oliveira exaltou paciência celeste para construir a vitória
FOTO: Douglas Magno / O TEMPO
Marcelo Oliveira exaltou paciência celeste para construir a vitória

A liderança isolada do Campeonato Brasileiro é do Cruzeiro, que está a seis pontos à frente do Internacional, adversário da Raposa neste sábado, às 18h30, no Mineirão, pela 26ª rodada do torneio nacional. Se no primeiro turno a campanha celeste voltou a encher os olhos do torcedor, na segunda etapa da competição os números não são tão positivos quanto antes.

Apenas o sexto colocado no returno, o Cruzeiro tentará vencer o Colorado para ampliar de seis para nove a distância de pontos na classificação. Entretanto, além da dificuldade por enfrentar o melhor time da segunda metade do Brasileirão, a equipe azul não terá o meia-atacante Ricardo Goulart, vetado por um estiramento na coxa esquerda.

O técnico Marcelo Oliveira lamentou o fato de ter perdido o vice-artilheiro do Brasileirão para um dos compromissos mais importantes do ano. No entanto, confia nas peças de reposição que a Raposa tem, como Willian, Marquinhos e Dagoberto. Além de Marlone, esse correndo “mais por fora”.

“Vamos seguir em frente, escalar o melhor time com toda a confiança, lamentando a contusão do (Ricardo) Goulart. Estamos convictos de que podemos fazer um grande jogo, contra um adversário muito qualificado. Só o Ricardo (Goulart) está vetado até então. Os jogadores estão concentrados, não por mistério, mais por precaução de aguardar até o ultimo minuto todos os jogadores e observar os que estão mais descansados, e podem participar do jogo.. Só por isso ainda não temos a escalação. Sem grandes novidades, os jogadores que jogam, que fazem a função é que estarão à disposição”, garantiu o treinador.

Leia tudo sobre: CruzeiroRaposaMarcelo OliveiraconfiancagruposuplentesRicardo Goulart