Rainha Elizabeth estuda nomear Charles como regente

Segundo a imprensa local, a soberana considera a hipótese de nomear o seu primogênito como príncipe regente

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Reprodução
undefined

Apesar de seus 88 anos, a rainha Elizabeth 2ª goza de boa saúde e ainda está em condições de desempenhar o seu papel, como não cansa de repetir o Palácio de Buckingham. No entanto, segundo a imprensa local, a soberana considera a hipótese de nomear o seu primogênito, Charles, como príncipe regente do Reino Unido, caso algum dia ela não consiga mais realizar plenamente suas funções.

"Sim, tiramos o pó do 'Regency Act' e estamos dando uma olhada nele", disse uma fonte à publicação Saga Magazine, em referência aos atos do Parlamento britânico para nomear uma regência no país. O último a ocupar tal cargo foi aquele que viria a se tornar o rei George IV, que substituiu o pai, George III, entre 1811 e 1820, por conta dos problemas mentais do monarca.

Viagem

Ainda sem ocupar o trono, Charles e sua esposa, Camilla Parker Bowles, visitarão a Colômbia e o México para promover as relações com as duas nações da América Latina, segundo a Embaixada do Reino Unido em Bogotá.

Em um comunicado, a sede diplomática informou que o casal real deve chegar à capital colombiana em 28 de outubro, quando serão recebidos pelo presidente Juan Manuel Santos.

O príncipe falará com os mandatários dos dois países sobre temas como mudanças climáticas, comércio e investimentos, oportunidades para os jovens e formas de combate à violência sexual e doméstica.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave