Verstappen é piloto mais jovem; confira outros que fizeram história

Jovem holandês da Toro Rosso disputou o primeiro dia de treinos livres do GP do Japão

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Bicampeão da F1, pelas equipes Lotus (1972) e McLaren (1974), o brasileiro Emerson Fittipaldi foi por 33 anos o mais jovem a vencer um campeonato. Emmo conquistou o título mundial em 1972, quando tinha 25 anos
Divulgação
Bicampeão da F1, pelas equipes Lotus (1972) e McLaren (1974), o brasileiro Emerson Fittipaldi foi por 33 anos o mais jovem a vencer um campeonato. Emmo conquistou o título mundial em 1972, quando tinha 25 anos

O Grande Prêmio do Japão -que acontece na pista de Suzuka, neste domingo- promete grandes emoções e disputas entre os carros das equipes Mercedes, Red Rull Racing e Williams. No primeiro dia de treinos livres, Lewis Hamilton levou a melhor e terminou a sessão em primeiro lugar. Mas o destaque da manhã foi a primeira participação do jovem holandês Max Verstappen, que, com 17 anos recém completados, se tornou o piloto mais jovem a correr em um circuito da Fórmula 1.

Nesta sexta, o filho do ex-piloto Jos Verstappen fechou a sessão de treinos em 12º lugar, com o tempo de 1m38s157, ficando um pouco atrás do seu colega de equipe, Danill Kvyat, que fez 1m37s714 e terminou em 10º. Ao final da disputa, Max avaliou o seu desempenho em Suzuka.

“É claro que eu não estava nem perto do limite. Eu estava dirigindo de forma segura, sem fazer qualquer loucura. Para mim, a principal coisa hoje foi apenas tentar fazer um monte de voltas”, afirmou o jovem piloto.

Atualmente, Verstappen está disputando a Fórmula 3 e segue em segundo lugar no campeonato. Contratado pela Scuderia Toro Rosso (STR) para substituir o francês Jean-Éric Vergne na próxima temporada, Max só irá estrear efetivamente na categoria em março de 2015, no GP da Austrália. O jovem holandês afirma que no momento, a sua preocupação é com a adaptação ao novo carro.

“Eu estava me acostumando com o carro e com a pista - porque não é uma pista fácil. Quando eu vi o tempo nas telas, eu fiquei feliz. O maior desafio realmente foi me acostumar com o carro - é um pouco diferente para o carro (Fórmula 3) de 2012 ", disse ele.