Autor de 'Diário de uma Paixão' é acusado de homofobia e racismo

O autor de best-sellers açucarados, como "Diário de uma Paixão" e "Querido John", e produtor americano Nicholas Sparks está sendo processado pelo ex-diretor de uma escola particular

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Nicholas Sparks, l
usuario_aline.simao.da.costa@hotmail.com
Nicholas Sparks, l

O autor de best-sellers açucarados, como "Diário de uma Paixão" e "Querido John", e produtor americano Nicholas Sparks está sendo processado pelo ex-diretor de uma escola particular da qual é dono.

Saul Hillel Benjamin acusa o escritor de racismo, homofobia e anti-semitismo. Ele afirma que Sparks o demitiu por tentar contratar funcionários e matricular alunos negros e que teria dito que deveria "utilizar métodos menos visíveis e públicos se quiser se encontrar com afro-americanos".

No processo, o ex-funcionário afirma que saiu do cargo temendo por sua segurança e que era obrigado a aguentar comentários do chefe sobre sua origem judaica. Diz ainda que foi penalizado por apoiar um grupo de alunos gays que sofria bullying.

"Aparentemente, apesar dos esforços que nossa sociedade tem feito, o senhor Sparks quer voltar no tempo e difamar aqueles que querem a igualdade independente de raça ou orientação sexual", afirmou Douglas Wigdor, advogado de Benjamin, segundo informa a agência Associated Press.

Administradores da escola teriam pressionado o ex-diretor a não apoiar um clube criado por alunos para discutir suas identidades sexuais porque isso seria "promover uma cultura e agenda homossexual".

Segundo Benjamin, o escritor havia dito que ele "deveria parar de falar sobre o Islã, o judaísmo e qualquer religião não-cristã" em eventos da escola, porque "não é o que os pais querem ouvir." O advogado de Sparks, Scott Schwimer, afirmou em comunicado que "como homem gay e judeu que representa Nick há quase 20 anos, eu acho essas acusações absurdas e ofensivas". O ex-diretor está processando ainda três outros membros do conselho escolar e a Fundação Nicholas Sparks.

Autor de best-sellers

Nicholas Sparks é conhecido por sua prolífica produção de dramas românticos que são adaptados para o cinema, como é o caso de "Um Amor para Recordar", de 2002, "Diário de uma Paixão," de 2006, "A Última Música", de 2010 e, mais recentemente, "Um Porto Seguro", de 2013.

Dois novos filmes estão programados para lançamento em 2014 e 2015: "O Melhor de Mim", com James Marsden (o Scott de "X-Men") e Michelle Monaghan (True Detective) como o casal de protagonistas e "Uma Longa Jornada", com Scott Eastwood -filho do veterano de Hollywood Clint Eastwood- e Britt Robertson ("Sob a Redoma").

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave