Gerente morto em assalto na frente da mãe ia se casar no próximo ano

Thiago de Osti Cardoso Lopes, de 29 anos, morreu na noite de quinta-feira (2) após ser baleado em uma tentativa de roubo

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O gerente de logística Thiago de Osti Cardoso Lopes, de 29 anos, morreu na noite de quinta-feira (2) após ser baleado em uma tentativa de roubo, na Vila Prudente, zona leste de São Paulo. Ele foi assassinado na frente da mãe na porta da casa da família.

A vítima, segundo conhecidos, estava com casamento marcado para o final do próximo ano. Lopes foi baleado na porta de casa, localizada na rua César Cantu, por volta das 23h. Lopes e a mãe voltavam de uma degustação que foram fazer para o casamento e foram abordados quando estacionavam o carro na garagem.

De acordo com testemunhas, ele não reagiu e chegou a entregar a chave do carro, um Fiat Punto, para um dos três criminosos. Segundo a Polícia Civil, um dos ladrões disparou um tiro após um movimento brusco da mãe do gerente, que trabalhava em uma multinacional. Após disparar, os criminosos fugiram em seguida levando apenas a chave do veículo.

Ele foi levado ao pronto-socorro do Hospital São Cristóvão, mas não resistiu ao ferimento e morreu. A polícia ainda não tem pistas dos assaltantes. O caso foi registrado no 56º DP (Vila Alpina) e será investigado pelo DHPP (departamento de homicídios).

Vizinhos da vítima dizem que os assaltos são recorrentes na região. De acordo com dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública, a cidade de São Paulo teve 13 casos de latrocínio (roubo seguido de morte) em agosto. Em agosto de 2013, foram 11 casos. No Estado, os números neste período foram, respectivamente, 33 e 30 casos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave