A multiplicidade de Leonora Weissmann

Na mostra “Provocando O Infinito”, a artista reúne trabalhos diversos, como pinturas, objetos e fotografias

iG Minas Gerais | carlos andrei siquara |

A série “Autorretratos no Novo Mundo” foi produzida a partir de 2004
Leonora Weissmann
A série “Autorretratos no Novo Mundo” foi produzida a partir de 2004

Leonora Weissmann, em “Provocando O Infinito”, expõe criações pouco conhecidas, como objetos, que por sua vez, dialogam com suas pinturas. A mostra em cartaz no Espaço Cultural Vallourec reúne também fotografias, o que constitui uma oportunidade para se conhecer outras vertentes de sua produção artística.

“Os objetos, por exemplo, estavam guardados e só agora resolvi mostrá-los. Eles são uma série de ampulhetas, de cores diferentes que dialogam com essa ideia de passagem do tempo. Eu vejo nelas uma relação com a pintura, que ainda é marcada pela ideia de eternização de uma imagem”, diz Leonora.

A exposição traz 11 pinturas. As quatro que constituem o trabalho “Autorretrato no Novo Mundo” são destaques. “Essas eu produzi a partir das pinturas de mulheres brasileiras feitas por Albert Eckhout. São interpretações minhas, a partir de um universo íntimo e afetivo”, comenta.

Serviço. “Provocando o Infinito”, no Espaço Cultural Vallourec (av. Waldyr Soeiro Emrich, 1026, Barreiro). Até 1/11, de 2ª a 6ª das 8h às 14h. Visitas agendadas. (31) 3328-2840/9967-2840

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave