Galo já mostrou neste ano que consegue se virar sem Tardelli

Time alvinegro terá, pelo menos, três desafios seguidos sem o camisa 9, suspenso e convocado para a seleção brasileira

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

Sem marcar há 13 partidas, Tardelli vive seu maior jejum de gols com a camisa do Galo
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
Sem marcar há 13 partidas, Tardelli vive seu maior jejum de gols com a camisa do Galo

A ausência de Diego Tardelli para o jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, no dia 15, contra o Corinthians, não é certa. Tudo vai depender das condições físicas que o atleta irá se reapresentar ao alvinegro, depois de servir a seleção brasileira. Mas já é certo que o principal nome do Galo na atualidade ficará de fora das três próximas partidas do time mineiro.

A pergunta que se faz é: será que o Atlético irá dar conta do recado sem sua maior estrela, nos confrontos do Brasileirão ante Criciúma (sábado, no Heriberto Hülse), Fluminense (9/10, no Maracanã) e São Paulo (12/10, em estádio ainda a ser definido)? A resposta só será conhecida jogo a jogo. Porém, o Galo já mostrou em outras oportunidades que consegue suprir a falta de seu camisa 9.

Após a saída de Ronaldinho Gaúcho, Tardelli se tornou o grande jogador da equipe alvinegra. Desde o fim da era R10, o time disputou 18 partidas. Destas, 15 tiveram DT9 em campo, sendo sete vitórias do clube mineiro, quatro empates e quatro derrotas, ou seja, aproveitamento de 55,5%. Curiosamente, sem o atacante, o desempenho foi melhor, com três triunfos (100% de aproveitamento).

Isso não quer dizer que o Atlético atue melhor sem Tardelli, até porque muitas vitórias na temporada se deram por conta dele. De qualquer forma, o avante lamenta ficar de fora dos próximos embates, porque gostaria de ajudar o Atlético e melhorar seus números individuais.

“Venho numa sequência muito boa. Tenho alguns objetivos até o fim do ano, algumas premiações que quero ganhar. Gostaria de encostar na artilharia (do Brasileiro). Seria muito bom terminar o ano com essas premiações. Mas ao mesmo tempo, estou feliz por defender a seleção brasileira. Sempre sonhei em estar num jogo entre Brasil e Argentina. E vou ficar na torcida pelo Atlético”, disse DT9.

Diego Tardelli desfalca o Galo contra o Criciúma por conta da suspensão pelo terceiro cartão amarelo, e diante de Fluminense e São Paulo para servir a seleção.

Ele se apresenta ao técnico Dunga na madrugada de domingo, para os amistosos ante Argentina (11/10, na China) e Japão (14/10, em Cingapura). O atleta deve desembarcar no Brasil na tarde do dia 15 e será avaliado pela comissão técnica do Atlético se enfrenta o Timão no mesmo dia.

Leia tudo sobre: AtleticoGaloDiego Tardelli