Mãe perde guarda de menina que sofria maus-tratos do padrasto em SP

Caso chegou à Justiça após um vídeo, compartilhado nas redes sociais, mostrar o empresário Maurício Moraes Scaranello (35) dando uma cebola em vez de maçã para a criança

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Vídeo mostra menininha comendo cebola pensando que era maçã
Reprodução de Internet
Vídeo mostra menininha comendo cebola pensando que era maçã

A Justiça de Araçatuba, no interior de São Paulo, tirou a guarda mãe da menina de 3 anos supostamente maltratada pelo padrasto. O caso chegou à Justiça após um vídeo, compartilhado nas redes sociais, mostrar o empresário Maurício Moraes Scaranello (35) dando uma cebola em vez de maçã para a criança. 

Na gravação é possível ver a menina sentada à mesa, com uma cebola nas mãos. O próprio Scaranello é quem filma a enteada e a incentiva a comer a cebola, que ele diz ser maçã. A criança morde e faz um som de desagrado, seguido pela risada do padrasto, que continua insistindo para que ela coma mais.

O padrasto que está preso, e a mãe, Sara Ferreira de Andrade (21), prestaram depoimento nessa quarta-feira (1º) na delegacia da cidade.

Durante investigação, novos vídeos foram encontrados no computador e nos celulares do casal que mostram a mãe maltratando a filha. A equipe que investiga o caso não divulgou as novas gravações.

A criança foi encaminhada para um abrigo provisório da cidade até que o Conselho Tutelar e o Poder Judiciário a encaminhem a um parente. O pai biológico da menina entrou com um pedido de guarda, mas após a liminar já ter sido expedida.

O juiz indeferiu o pedido de relaxamento de prisão feito pelos advogados do padrasto da vítima e a Justiça decidiu manter o homem preso após negar a liberdade provisória.

Leia tudo sobre: JustiçaSão PauloAraçatubaCebolaMeninaMaus-tratosMãeGuardaJuizpadrasto