Palmeiras quer aproveitar confronto direto no Pacaembu

O time paulista precisa vencer a Chapeco em casa, já que esta será a sua última partida como mandante diante de equipes que lutam para fugir do Z4

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Sem o volante Juninho, peça-chave do esquema, Dorival Júnior quebra a cabeça para montar o time
Divulgação/Palmeiras
Sem o volante Juninho, peça-chave do esquema, Dorival Júnior quebra a cabeça para montar o time

A partida contra a Chapecoense, nesta quinta-feira, a partir das 19h30, no Pacaembu, será a última do Palmeiras como mandante diante de equipes que também lutam contra o rebaixamento no Brasileirão. Nos próximos duelos, até o fim do campeonato, sempre será visitante, seja enfrentando Botafogo, na semana que vem, no Maracanã, ou seja diante de Bahia e Coritiba. Por isso, o técnico Dorival Júnior não quer desperdiçar a oportunidade.

"O time vem mostrando consistência nos últimos jogos, mas é o momento de ser mais compacto. Todos os jogadores do meio terão liberdade de movimentação para chegar ao ataque", disse Dorival Júnior. No treino da véspera, por exemplo, Wesley, Victor Luis e Bruno César fechavam o meio do campo, mas se aproximavam sempre da área, enquanto o volante Marcelo Oliveira foi o único que se manteve unicamente na marcação. Henrique continuará como referência na área e Diogo será o segundo atacante.

O atacante argentino Cristaldo, autor de um gol na derrota para o Figueirense na rodada passada do Brasileirão, ficará com uma arma para a segunda etapa do jogo. "Estamos planejando uma situação com ele que poderá ser decisiva no segundo tempo", explicou o técnico. Dorival Júnior não disse textualmente, mas seu plano é sair na frente e apostar nos contra-ataques.

O Palmeiras esperava ter o reforço de Valdivia nesta quinta-feira. Mas Miguel Cançado, auditor do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), não concedeu efeito suspensivo para o meia chileno, que pegou dois jogos de suspensão pela expulsão diante do Flamengo. Bruno César, portanto, será o titular diante da Chapecoense no Pacaembu.

TABELA - Além dos confrontos como visitante nas brigas particulares pela sobrevivência na elite, o Palmeiras terá uma série dura contra equipes que estão à sua frente na tabela do campeonato. Dos nove primeiros colocados, somente o Fluminense não será adversário até o fim do Brasileirão.

Resumindo: o Palmeiras vai pegar os rivais diretos fora de casa e enfrentará vários adversários teoricamente mais fortes. Dorival Júnior prefere encarar uma encrenca de cada vez. "Ainda não podemos pensar no Botafogo. O Palmeiras tem de se preocupar com o momento. É importante ter foco na Chapecoense", avisou.