Cade aprova parceria entre Cemig e GNF

A base governista já havia tentado emplacar uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC 68) para garantir a mudança, mas o texto gerou polêmica

iG Minas Gerais | Queila Ariadne |

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a associação entre a Cemig e a Gás Natural Fenosa (GNF), para a criação de um holding que vai controlar Gasmig. Juntas, irão investir no gasoduto no Triângulo Mineiro. Entretanto, o negócio só poderá se concretizar mediante alteração na legislação do Estado, que proíbe participação de sócio privado em companhias que tenham qualquer participação pública.  

A base governista já havia tentado emplacar uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC 68) para garantir a mudança, mas o texto gerou polêmica. “Depois das eleições, vamos propor outra PEC, que fale só da Gasmig”, afirma o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Luiz Humberto Carneiro.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave