Moradores cobram solução definitiva para o imbróglio

iG Minas Gerais |

Há mais de 30 anos, quando o projeto do monotrilho foi idealizado, os moradores de Poços de Caldas ficaram empolgados com a novidade. Agora, todos esses anos depois, eles querem que o poder público tome uma decisão, independentemente do destino que será dado ao modal de transporte.

Enquanto o problema não é resolvido, a gerente administrativa Janaina Santos, 38, teme que o resto da estrutura desabe. “Lembro-me vagamente das pessoas animadas com a novidade. Como já caiu um pedaço, pode acontecer o mesmo com o restante. Ou colocam para funcionar ou retiram de vez”, considera Janaina.

O cabeleireiro Mateus Alves de Oliveira, 23, considera que valeria a pena manter a estrutura. “Deveria terminar para ser um atrativo a mais na cidade”, diz.

Caso estivesse funcionando, o monotrilho de Poços de Caldas ligaria hoje o terminal de linhas urbanas, no centro, à rodoviária do município. (AD)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave